ESTADO DA TÉCNICA MEDIÇÃO DE RUÍDO AMBIENTAL E CONSEQUÊNCIAS

É de conhecimento da sociedade os malefícios da exposição a níveis de pressão sonora elevado (NPSE) ou aqueles barulhos que incomodam interferindo no nosso bem estar. Existem Leis e Regulamentações que estabelecem limites admissíveis conforme o objetivo da análise: Ruído Elevado ou Barulho (incômodo). Portanto, a ideia nesta referência técnica é a divulgação do conhecimento desta importante área de atuação, lembrando que a obrigação de monitoramento contínuo são dos causadores do incômodo, sem os mesmos qualquer laudo ou relatório embasado caracteriza a possibilidade de condenação sem possibilidade de defesa por prova técnica que não seja a existente, pois o evento naquele momento do incômodo não pode ser mais reproduzido.  

Destacamos as Normas NBR 10151 (ambiente externo), a NBR 10152 (ambiente interno), NBR 13368 (ruído aeronáutico), a ISO 1996 (método de estudo e análise do impacto)  e recentemente a Norma de Desempenho NBR 15575, esta última estabelece recomendações mínimas de parede, pisos, forros e fachadas para as novas construções.

A Norma 10151, é holística, portanto não estabelece tempo ou período de medição que é contemplado na norma ISO 1996. "Sem um mínimo de monitoramento com o uso de equipamentos especiais" que medem Leq e os L(n), níveis estatísticos por hora, análise por oitavas, "não há como concluir sobre nada". Seria um chute alterado pelo momento da medição. Veja os requisitos mínimos para este tipo de avaliação (clique aqui).

As avaliações para estudo de impacto ambiental devem ser realizadas por profissionais capacitados em períodos contínuos de mais de 24 horas de forma a se ter dados suficientes para analisar sobre as fontes e ruído de fundo dos ambientes em diferente horários. A ISO 1996 estabelece o mínimo de 24 horas no dia da semana considerado crítico. Contudo, atendendo a lógica metrológica seria interessante três medições de 24 horas balizadoras: uma durante a semana, outra final de semana e a última num feriado característico. Segue guia pratico Português de medição de ruído ambiental.

Conforme o Legislador a Poluição Sonora, como todas as outras, devem ser monitoradas continuamente e os responsáveis punidos com detenção e multas. Não os eximindo de indenizações coletivas e prisão em regime fechado.

Habitar uma área com altos níveis de ruídos aeronáuticos aumenta o risco de derrame e doenças cardiovasculares, segundo uma pesquisa recém-publicada no British Medical Journal. Além disso, o ruído aeronáutico é considerado o de maior incômodo quando comparada ao de trafego de veículos e trens. O estudo analisou uma população de 3,6 milhões de pessoas que moram no entorno do aeroporto de Heathrow, no sudoeste de Londres, e sugeriu que nas áreas com maior nível de ruído, os riscos de problemas de saúde desse tipo eram entre 10% e 20% maiores que o normal. A pesquisa realizada numa amostra específica indica um risco maior tanto para hospitalizações quanto para mortes provocadas por derrames e doenças cardiovasculares numa parcela de 2% da população alvo do estudo - cerca de 70 mil pessoas - que vive onde os ruídos das aeronaves são mais altos.


 
"Não podemos mudar o mundo, mas podemos mudar o mundo de alguns que estão perto da gente através da prática do conhecimento convencendo mentes e corações" de RDR  
  Site Map